sexta-feira, 22 de julho de 2011

Finalmente Mudei

Posted by MARDEN BASTOS -Real Estate Sales Representative at EXIT Realty Lake Superior at 00:36
Reactions: 
Em quatro anos trabalhando como corretora, eu nunca havia tido um fechamento de venda complicado. Mas fui premiada! Achei que ia virar sem teto canadense!
Infelizmente o problema que aconteceu vai além da minha alçada como corretora, pois se trata de informação privada, as quais somente a vendedora e o advogado dela tem acesso. Quanto a mim só caberia esperar ou mover um processo por perdas e danos caso não tivesse fechado.
Meu contrato era para ter fechado dia 24 de junho.  Dia 23 era o dia da minha última visita na casa para inspeção dos consertos estipulados em contrato. Moral da história: fiz a visita. Tinha tanto coisa para sair da casa  e da propriedade que somente por algum milagre 3  pessoas dariam conta de remover tudo ou com um batalhão para ajudar para que eles esvaziassem até as 6 p.m do dia 24.
Em torno de 3 da tarde meu advogado me ligou dizendo que o advogado da vendedora pediu extensão de 2 dias úteis para resolver pendências. Depois foram mais dois, um feriado e mais 3.
Nesta altura do campeonato tivemos que adiar entrega de móveis e piso que havíamos comprado, cancelar o caminhão agendado para mudança e não conseguimos para outra data, a faxineira também não tinha mais disponibilidade. Os filhos não conseguiram dispensa de trabalho pois haviam agendado a data anterior para mudança.
Já estávamos entrando em desespero porque faltava uma semana para entregarmos nossa casa  e não tínhamos casa para morar. E na cidade que eu moro dificilmente se acha uma casa de verão na qual se aluga por alguns dias. Já estávamos olhando aluguel de cômodo para estocar nossas coisas e preparando para ir para hotel. 
Faltando 5 dias para entregarmos a nossa casa finalmente a casa  que compramos foi entregue. Tínhamos apenas 3 dias para esvaziar a nossa casa, pois o maridão tinha de viajar a trabalho. Sem caminhão disponível para última hora, o jeito foi comprar um trailer de  carga e fazermos a mudança nós mesmos. A limpeza que havia planejado ficou para depois. O negócio foi limpar aonde a procissão passa e começar a descer caixas. Sem muito tempo e fazendo trabalho de formiguinha o que era para ser cômodo a cômodo, virou o que cabia dentro da camionete, do trailer e do Rendenvouz (entenda-se: marca de carro da Buick). Ganhamos uma mãozinha do namorado da minha filha com sua camionete, de um casal amigo com sua Odissey, de outro amigo com um Masda e de pouquinho em pouquinho a mudança veio. Até a minha tia que estava me visitando entrou na dança e ajudou.Trabalho mesmo deu o nosso piano pois ele pesa uma barbaridade, mas enfim, tudo chegou inteiro. Minha mãe virou especialista em mudança e não apenas quebrou um galho, mas uma árvore inteira.
Sem eu por perto para coordenar a descarga, pois eu também estava enchendo meu carro , a mudança virou uma loucura. Tudo bem que as etiquetas de frágil foram respeitadas, mas tinha caixa para tudo em quanto lado. Coisa que era para garagem veio parar na sala, na cozinha, mala de roupa na garagem etc. etc, etc. As minhas regras de mudança fácil e sem estresse foi pro beleleu.
Depois de tudo em casa, antes de começarmos a desembalar as coisas,  faxinamos um banheiro, depois a cozinha, aspiramos todos os quartos e começamos a desembalar. Como os espaços são diferentes e menores, o jeito foi colocar o que der em qualquer prateleira e depois estudar a funcionalidade de cada cômodo.
Enfim neste fim de semana o closet da master ganhou barras para roupa e prateleira. Hoje as roupas foram para o lugar. E eu me pergunto: como pode alguém viver numa casa durante 23 anos e não colocar uma coisa tão simples no lugar?
Aos poucos vamos trocando uma coisa aqui, improvisando alí, consertando acolá e a casa vai tomando ar de nosso.
Sábado tiramos o dia para um bronzeado: mangas 3/4, bermuda e gola V. Sim bronzeado de quem passou o dia limpando a piscina para trocar a água. Com água limpa, areia nova no filtro e tratamento adequado, a gente agora fica tranquilo de que o banho vai ser gostoso.
Mas já deu para curtir a tranquilidade do lugar. Acordar com os passarinhos cantando e o único som de civilidade é a de um trem que apita em torno de 9 a.m.
Bom, o meu plano de mudança tranquila e sem estress foi por água abaixo. Mas estou que nem a personagem Pollyana: fazendo o jogo do contente. Ainda bem que a vendedora pediu para adiantarmos o fechamento do contrato, pois do contrário estaríamos com a mudança no caminhão no dia 14 sem ter para aonde ir. Ok, ela pagaria as custas pelo atraso, mas até que este dinheiro saisse, seríamos nós quem teríamos que bancar tudo. E o estress, para ele tem preço?

2 comments:

Adriana, Alex e Aninha on 23 de julho de 2011 09:52 disse...

Marden Parabéns pela casa nova, mesmo com tantos desencontros, no final tudo se ajeita.
Cada mudança é uma experiência né? e infelizmente quase nunca é tranquilo, mas ter o nosso canto de volta é bom demais, e deixar a casa com a nossa cara melhor ainda! Um abraço na familia e curtam muito esse verão na casa nova! BJUS!

Lupatinadora on 24 de julho de 2011 23:27 disse...

Oi Marden,

Daqui a algum tempo isso vai ser só mais uma história pra contar. O jeito é levar na esportiva e fazer realmente o jogo do contente - no final, tudo deu certo!

Parabéns pela nova casa!

Abs

Postar um comentário

Obrigado pela visita e por deixar comentários!
A sua participação é uma complementação ao meu trabalho e é sempre bem vinda!

 

Conversa Entre Penelopes Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare

BlogBlogs.Com.Br