terça-feira, 31 de maio de 2011

Erros e Acertos dos Pais

Posted by MARDEN BASTOS -Real Estate Sales Representative at EXIT Realty Lake Superior at 01:24
Reactions: 
Hoje eu estava em Mississauga atendendo a um seminário que vai durar três dias e embora o assunto seja ligado a minha carreira de corretora, no fundo cada fala atinge o público de forma diferente.  Mas curiosamente o palestrante falou algo que veio a acalhar com a passagem de um livro do Augusto Cury que estou lendo. Educação de filhos  e as consequências do dar demais.
O tópico era a formação de personalidade quando há desafios, capacidade de focar em coisas,etc.  O palestrante, Greg Herder, falou que ele e a esposa, tendo vindo de uma família pobre, queriam dar aos filhos melhores condições do que tiveram. Entretanto por oferecer uma vida com mais bens materiais, os filhos cresceram de certa forma encarando que a vida não era tão difícil e que  era uma obrigação dos pais oferecerem aquilo.
Por outro lado no livro  "O Vendedor de Sonhos" do Augusto Cury ele fala que a geração atual com sua forma de educar está inibindo a consciência criativa e formando uma geração com valores frágeis que tem medo de arriscar, que não está preparada para fracassos e perdas. O mundo não tem lugar para tanto número 1 em tudo e não há nada errado em ser o 2 , o 3  e assim por diante.  As falas não foram exatamente assim,com estas palavras,  mas a minha interpretação é esta.
Curioso é que me identifiquei com as duas falas. Tendo vindo de família bem pobre e tendo tido a oportunidade de estudar e ter um padrão de vida melhor, quiz proporcionar aos meus filhos aquilo que não tive. Mas hoje vejo que a falta de certos bens materiais não é nada prejudicial pois o não ter instiga a pessoa a buscar, a lutar , a vencer os desafios. Quem recebe tudo de mão beijada muitas vêzes não dá valor ao que tem, e quando depara com dificuldades não sabe agir, pois muitas vêzes viveu apenas o mundo virtual dos jogos eletrônicos, ou os enlatados dos "reality shows", ou preso aos capítulos de novela ou sào patricinhas e mauricinhos dos seriados.
Aqui no Canadá eu me deparo com muitos colegas de meus filhos  que tem uma idéia de pobreza de uma forma tão longe da realidade. Precisavam fazer uma visitinhas aos países do terceiro mundo para entenderem que vivem um conto de fadas.
Já faz um bom tempo que eu vi que dar tudo aos filhos  não era amor nem proteção, e sim tentar de uma forma errada a compensar a mim mesma por não ter tido. Impedí-los de fazer contato com a realidade, de dar em excesso ou "tudo"o que querem irá apenas torná-los serem humanos despreparados para a vida, ou senhores demais de si, incapazes de vencer desafios ou pessoas que dão muito valor ao ter e não ao ser.  
Na fritada dos ovos, não interessa se somos meros mortais ou palestrantes de fama internacional, vivemos na vida real os mesmos dramas, erros e acertos. E para aqueles homens e mulheres que hoje caminham na estrada da paternidade e que dão muito por amar demais, permitam aos seus filhos batalharem um pouco mais por aquilo que querem, para que um dia não tenham que empurrá-los para sair do marasmo e do comodismo. Somos formadores e educadores e não devemos pecar pelo excesso de amor e proteção, mas deixar que nossos filhos sejam gente como a gente, que erram e acertam, que tropecem e caiam, mas que possam sentir o sabor da vitória quando se erguerem de cada tombo.

2 comments:

Paola Tavares Silva Wortman on 31 de maio de 2011 02:26 disse...

lindo! adorei!

Anônimo disse...

Mas as vezes eu acho que aqueles que recebem tudo de mao beijada,acabam achando que tem esse direito e conquistam tudo mais facilmente na vida
Gostaria de saber sua opiniao

Postar um comentário

Obrigado pela visita e por deixar comentários!
A sua participação é uma complementação ao meu trabalho e é sempre bem vinda!

 

Conversa Entre Penelopes Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare

BlogBlogs.Com.Br