sábado, 23 de outubro de 2010

Comida - O Que Tem e o Que Não Tem No Canadá

Posted by MARDEN BASTOS -Real Estate Sales Representative at EXIT Realty Lake Superior at 23:06
Reactions: 
Quando o assunto é comida a gente sempre fica pensando: o que eu vou achar lá e o que eu não vou achar.
Muitos alimentos a gente encontra sempre , outros de vez em quando e alguns poucos eu ainda estou procurando. Alguns alimentos tem o mesmo sabor e outros são diferentes. Mas na falta de um ingredientes a gente tenta se adaptar a outro. E quando o sabor é diferente , mudando o jeito de fazer pode ser uma alternativa para continuar comendo. Ou então riscar de vez do cardápio.
Vamos ver o que tem e o que não tem por aqui. 
Batata inglesa - Nunca vai faltar na sua mesa. Com algumas variações de cor de casca e paladar e  preços, são vendidas no kilo ou no pacotão. Ela vai sempre estar no seu carrinho de compra.
Cenoura vermelha- do tamanho que sempre compramos no Brasil e também aquela pequenininha tipo dedinho, pois esta é muito usada crua como entrada em qualquer almoço,  acompanhada de  molho.
Couve Flor - brança, verde, amarela e rouxa ( isto mesmo). Bom já comprei a amarela e o paladar é igualzinho.
Brocoli- Varia de preço ao longo do ano, mas está sempre nas prateleiras.
Tomate- Existem pelo menos uns três tipos que estão sempre presentes nas bancas: tipo romano ou Plum Tomato ( mais alongado, mais consistente e de paladar mais suave), Vine Red ( em penca, tem cheiro bem caracteristico, mas deve ser comprado mais firme pois quando muito maduro tem aspecto bem aguado), Round  ou Vine Ripe ( tipo o nosso tomate maça e tem paladar suave. Fora os tomates grandes vendidos pelo peso tem também os tomates pequenos vendidos embalados : tomate cereja, grape, amarelo. Existe uma pequena variação nos sabores e também na consistência, mas custam mais caro.
Cebola: amarela, branca e rouxa
Maça: Fuji, Gala e outras tantas nada comuns no Brasil: Mcintosh, Empire, Red Delicous, Granny, Golden, etc. Variam o gosto. Umas são mais suculentas, outras mais ácidas, outras mais adocicadas e outras são idéias para fazer sobremesa. Você deverá descobrir qual a que mais lhe atrai.
Uvas : Verde, rouxa, rouxa escura, com semente e sem semente, Geralmente bem gostosas.
Pera: fartura no verão, produzidas no Canadá e também nos EUA . No restante do ano depende da importação.
Pimentão: Verde, Vermelho, amarelo e laranja. O paladar é mais suave na minha opinião. Varia de preço de acordo com a cor.
Abobrinha: tem o mesmo paladar da nossa, tem custo baixo e está sempre presente nas bancas
Beringela: disponível pelo menos uns 8 meses no ano.
Alface: tem pelo menos uns 4 tipos: borda repicada verde e arrouxeada; tipo repolho mas com textura bem macia e é chamada iceberg; Romana, tem folhas mais firmes
Abóbora: tem vários tipos. Tipo japonesa ( acorn squash), butternut squash ( de pescoço alongado e massa alaranjada suave), Spaghetti squash ( tem uma coloração amarelo claro e tem uma consistência tipos favos de laranja depois que está cozida- eu particularmente não gostei do paladar).
Alho: sempre tem em casca, raramente descascado.
Repolho: verde, roxo e savoy- Savoy é de folhas mais crespas mas mais macia que os outros.
Beterraba: Disponível pelo menos uns 6 mêses durante o ano.
Cenoura amarela: tem textura diferente e paladar muito adocicado em relação a nossa cenoura baroa.
Salsinha: sempre tem alguns meses do ano.
Cebolinha: tem alguns meses do ano
Vagem: tem uns quatro tipos diferentes
Manga: alguns meses no ano, mas é dificil comprar manga com paladar igual  às nossas, pois as frutas tropicais são coletadas muito verde para aguentar a viagem. Procure comprá-la mais amarelada ou avermelhada  pois as verdes geralmente não amadurecem e apodrecem.
Mamão: papaya ( algumas vezes mas tem alto custo) e o mimoso ( é mais frequente e te custo mais acessível, mas deve ser comprado mais amarelo do que verde), mas não estão disponíveis o ano todo.
Inhame: encontro algumas vezes em alguns supermercados
Mandioca: algumas vezes eu acho nos supermercados, mas ela vem parafinada.
Chuchu: acho também de vez enquando mas o gosto é um pouco diferente.
Abobrinha dágua: já achei algumas vezes mas custa mais de $5.00 a libra
Quiabo: também acho de vez em quando, mas também tem custo mais elevado que a média dos legumes. Mas existe também na seção de congelados e se chama Ocra.
Espinafre: sempre disponível vendido em maço, geralmente tem folha mais lisa e custo bem acessível.
Batata doce: mais comum é uma alaranjada por fora e por dentro. Mas o gosto é o mesmo. A batata doce de casca branca ou rouxa é bem rara de ser encontrada e quando isto acontece o preço é bem mais alto.
Morango: tem o ano todo, mas varia o paladar de doce a mais ácido ao longo do ano dependendo de onde vem.
Banana: a mais comum é a chamada caturra ou nanica. Encontrei umas pouquíssimas vezes a banana ouro, mas embora ela tivesse bonita por fora, já estava escurecida por dentro. Nunca encontrei banana prata aqui. Outra banana que aho com realtiva frequencia é a banana da terra para fritar, mas a casca só solta fácil quando ela está bem madura.
Cereja: geralmente bem saborosas principalmente as produzidas aqui. Mas é comum ser importada.
Ameixa preta: aquela escura rouxa azulada . Varia de ácida a bem doce.
Caqui: chama- se persimmon e aparece nas prateleiras no verão.
Romã: aparece geralmente uma época do ano, não me lembro quando.
Abacaxi: mais comum no verão, mas é mais o tipo ananás. Varia bem o paladar de ácido a doce.
Laranja: Geralmente são mais saborosas durante o verão. Eu particularmente compro uma chamada Navel que tem um paladar que me agrada mais- levemente ácida mas mais adocicada.  Mas quando chega o outono a laranja fica menor, mais amarela do que alaranjada e também mais azeda.
Limão: sempre vi dois tipos: o conhecido no Brasil como limão Tahiti, aquele verde mais escuro. E tem aquele amarelo que tem uma ponta saliente, que eu conheço por dois nomes: bicudo ou limão doce, porque ele não é tão ácido.
Kiwi: geralmente aparece no verão.
Outros vegetais que eu vejo de vez em quando são: couve, dandelelion ( serralha- mas a daqui é bem mais amarga), couve de bruxelas,  agrião,
Broto de feijão: pelo menos durante todo o verão e parte do outono.
Tangerina e mexerica: durante o verão, mas tem uma casca bem mais aderida aos gomos que a nossa. Tem uma pequenininha que eles chamam de clementinas que lembram a nossa mixiriquinha, mas costumam ser bastante ácidas. Nunca achei a mexerica pocan aqui.
Figo: aparece em certa época do ano e são muito saborosos.
Licchia: algumas vezes no ano.
Abacate: geralmente vem do México mas são menores que os nossos, mas tem o mesmo paladar. A poucos dias eu vi um abacate do tamanho dos nossos o qual eu conheço como abacate manteiga, mas custava quase $6.00 o kilo.
Carambola: Já vi algumas poucas vezes, mas tem custo mais elevado e geralmente só se acha em supermercados maiores.

Vegetais que conheci aqui: cogumelo e aspargo fresco, rapine, Endive, ruta baga ( tem um gosto mais próximo de um tipo de abóbora), alcachofra, mirtilo ( blueberry) , framboesa,

Alimentos que nunca achei aqui: goiaba, jiló, jabuticaba, taioba, banana prata, caju, maracujá, mustarda, açai,acerola

Tudo que falei acima são alimentos frescos. O fato de ainda ter achado no supermercado não significa que não tenha. De qualquer forma tenho certeza que depois deste post você ficará  mais tranquilo. Depois escrevo sobre os alimentos  processados.

Há cerca de um mês atrás eu vi pela primeira vez a fruta pão a venda. Fazia anos que eu não comia. Não era barato, mas nada absurdamente caro.

Quando vou ao Brasil eu me esbaldo em certas coisas que tenho certeza que passarei alguns anos sem comer.

0 comments:

Postar um comentário

Obrigado pela visita e por deixar comentários!
A sua participação é uma complementação ao meu trabalho e é sempre bem vinda!

 

Conversa Entre Penelopes Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare

BlogBlogs.Com.Br