quarta-feira, 30 de junho de 2010

Música e outros

Posted by MARDEN BASTOS -Real Estate Sales Representative at EXIT Realty Lake Superior at 16:14
Reactions: 
A semana em Toronto foi agitada . Mas apesar dos acontecimentos negativos como o terremoto, tornado e os protestos violentos por causa do G20 tivemos também eventos musicais há muito esperado e pedido pelos canadenses e imigrantes.
Dia 18 de junho a banda inglesa Jethro Tull se apresentou no Molson. Desta vez eu perdi o show, mas já tive oportunidade de vê-los ao vivo aqui em 2006 ao lado de Luciana Micarelli e sempre vale a pena vê-los antes que eles resolvam se aposentar.
Dia 26 de junho o violonista e regente holandês André Rieu tinha concerto marcado para o Air Canadá Center, mas infelizmente foi cancelado por causa dos violentos protestos em relação ao G20. Uma nova data será marcada e há possibilidade que ele aconteça ainda este ano no final do outono ou princípio do inverno.
Dia 27 a banda alemã Scorpions passou como um furacão no Molson.
A banda que se encontra em turnê mundial divulgando seu último álbum “Sting In The Tail” tocou domingo debaixo de chuva, mas uma enorme multidão a espera deles, usando capa, guarda chuva, lá estavam não se intimidando com o tempo. O Scorpions anunciou que esta é a turnê do adeus e eu sinceramente espero que eles não cumpram com a palavra. O show começou às 9PM e foram 2 horas de rock e baladas com direito a solo de guitarra com o charmoso Mathias Jabs, solo de bateria com o irreverente James Kottak , Klaus Maine chamando a audiência para cantar junto com a banda e jogando merchandizing para o público, Rudolf Schenker fazendo duetos sincronizado de guitarra com o guitarrista líder e finalmente o baixista Pawel Maciwoda, que parece ser mais tímido que o resto da banda, mas chega junto público e faz a festa. O show foi 10, com novidades de efeito de luzes que não tinha na última turnê deles . Para os fãs brasileiros do Scorpions que estão em Calgary e Edmonton, e no Brasil - São Paulo, Brasília, João Pessoa e São Luis e cidades mais próximas, eu digo, vale a pena ver este show. De todos os shows ao vivo que já tive oportunidade de ver, e todos foram ótimos, o Scorpions tem uma interação muito intensa com o público.

De agora até meados de outubro algumas bandas estão agendadas para Toronto e vizinhança e outros lugares no Canadá: entre os muitos nomes estão U2, Elton John, Santana, Rush,Bon Jovi, Sting , Michael Bublé, Paul McKartney, Aerosmith, Brian Adams, Bachman & Turner, ZZ Top, Billy Idol e também o legendário Roger Waters. Para quem nunca teve a oportunidade de ver estes ícones ao vivo, está aí uma chance, pois muitos deles vivem ensaiando sair dos palcos.


Dicas para quem está chegando:


• Se você gosta de assistir shows ao vivo, registre-se no Ticket Master e você receberá via email alertas de shows e apresentações na categoria que você marcar. Estando registrado você conseguirá comprar tickets on line , e em alguns casos antes dos tickets irem a venda ao público. Além disto o ticket master vende ingressos para diversos eventos tais como esporte , artes e teatro, exibições, programas mais familiares do tipo apresentação no gelo, circo, teatro infantil, etc.


• Outro site interessante para se consultar é o Livenation e o Clubzone.


• Você pode comprar pacote cultural que lhe dá direito a visitar mais lugares ao um preço mais acessível. Procure na sua cidade o que está disponível apra cada estação.


• Você também pode adquirir membership em alguma instituição e visitar aquele lugar mais vezes ao longo do ano. Eu recomendo isto especialmente em galerias de arte aonde a gente não consegue ver as exibições em poucas horas. Veja em cada lugar o que o membership dá direito.


• Quase toda cidade tem um dia de eventos grátis seja em cinemas, ou galeria de arte, ou em parks com pagamento para admissão. Procure informação na sua cidade.


• Entrada de cinema costuma ser mais barato na parte da manhã.


• No verão é bem comum apresentação musical em parques e praças de graça. Procure ver os eventos para sua cidade.


• Veja o que existe grátis disponível na cidade ou que tem tickets com desconto. Confirme no site específico para ver se as informações disponíveis são atuais, porque cada museu ou instituição pode mudar datas e horários.


• Os link abaixo oferecem algumas opções:
Toronto:   Yahoo Travel


                 Crave Canada


Vancouver:   Family Fun 


Ottawa : Ottawa Star 
Montreal:  About
                Montreal Events


Quebec: Quebec City and Area
              I Explore


Melhores acentos em Algumas Lugares de Show:


Tudo depende do quanto você quer pagar e quais estão disponíveis, mas em alguns lugares há acentos melhores pelo mesmo preço. Vejam sempre a carta de acentos dos locais antes de comprar. Dos locais que eu já assisti shows, leia abaixo as minhas percepções.


Molson: é um anfiteatro com parte coberta ( setor 100 piso, 200 e 300). Do setor 400 para cima é descoberto. Eu nunca compro ingresso para a parte descoberta porque o clima aqui e muito instável, principalmente na primavera e começo do verão. Se você quer garantir de não levar chuva nas costas, no setor 300 compre da fila E para baixo. Se tiver muito enssolarado, ( 100 piso lado direito em frente ao palco, 201, 301, 401 e mesma posiçao na grama) você vai ter sol em diagonal no rosto. Para mim os melhores setores são o 4 , 3 e 2).
Air Canadá: Eu não recomendo os setores de 311 a 319. Eu ja assiste show no 319. O setor 300 fica na parte superior e o setor 319 fica muito na lateral do palco e a visão é bem distante. Das outras vezes eu peguei setor 104, 118 e piso. Se eu não consigo piso, eu prefiro a visão lateral de palco, tipo setor 118 e 119, 108 e 109.
Masey Hall: Main floor e balcão apresentam uma visão num nível melhor que na galeria. Na galeria eu particularmente não gosto dos acentos da lateral. Temos que olhar para baixo o tempo todo e para o lado. Deois de uma hora de show começa incomodar. O último bloco de acentos ao lado do palco não oferecem uma boa visão. Na Galeria de frente para o palco e na virada para a lateral são as melhores posições neste setor.
Roy Thompson Hall: Estive lá apenas uma vez para assistir o B.B King e achei a acústica muito boa. Eu não me lembro o acento que eu tinha , so sei que era no balcão, mas sei que era bom. Talvez pelo tipo de artista, o perfil da audiência também era mais requintada. Pelo planta desta casa, eu evitaria os últimos blocos de acento na galeria também.

0 comments:

Postar um comentário

Obrigado pela visita e por deixar comentários!
A sua participação é uma complementação ao meu trabalho e é sempre bem vinda!

 

Conversa Entre Penelopes Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare

BlogBlogs.Com.Br