sábado, 19 de junho de 2010

Fazendo as Malas

Posted by MARDEN BASTOS -Real Estate Sales Representative at EXIT Realty Lake Superior at 21:35
Reactions: 
Eu sei que decidir o que trazer já é uma tarefa difícil e ainda mais com direito a duas malas de 32 kg cada. Bom pelo menos é o que a Air Canadá permite até o presente momento.

Mas antes de viajar confirme com a companhia aérea porque eles mudam isto de vez em quando e também depende da empresa que você está usando e o trajeto que está fazendo. Existem restrições de despachar excesso de bagagem e animais em certas épocas do ano. Portanto verifique antes. Há um tempo atrás se você comprava passagem só de ida para o Canadá e estava indo como imigrante, teria direito a três malas, mas verifique se isto ainda é válido.
De mais a mais também depende se você está viajando da sua cidade até São Paulo através de uma empresa que faça parte da Star Alliance, por que aí você tem direito aos 32 kg por mala. Normalmente empresas participantes da Star Alliance permitem você despachar sua bagagem da cidade de partida e só pegá-la em Toronto. Ao despachar a bagagem pergunte, pois isto é uma tranquilidade imensa.


Não façam o que eu fiz. Comprei 4 malas jumbo de marca boa e tradicional, expansíveis, pretas, com rodinha de silicone porque eram mais suaves ao rodar. Consegui um preço bom depois de rodar entre shoppings de Belo Horizonte e acabei achando numa destas lojas sem luxo de centro. Quando cheguei em casa cada mala pesava 7,5 kg vazia. Ou seja eu perdi mais de 20% de capacidade de bagagem em cada mala. Como vínhamos em família de quatro pessoas, voltei depois e comprei três de uma outra marca menos conhecida mas com bom acabamento, grande e expansível, que pesava 4 kg. No total gastei na época mais de mil reais só em malas, mas dos 256 kg que minha família tinha direito a trazer ( 32kg X 2 malas X 4 pessoas) , eu perdi 42 kg só do peso das malas vazias. Mudando de país, cada kilo conta, porque você pode trazer coisas que vão ser úteis aqui e que as vezes você vai doar porque não tem como trazer. Num outro poste eu falo sobre o que trazer e não trazer.

E para completar a história, as malas jumbos quando expandidas passam do tamanho permitido na Air Canadá. Portanto na hora de comprar leve a fita métrica e confira detalhe por detalhe. As empresas aéreas costumam ser mais criteriosas nas altas estações. Já teve amiga minha que pagou multa pela bagagem passar de tamanho, mas como estava dentro do peso, ela pode levar, depois de pagar 120 dolares. Hoje as minhas malas ocupam uma área de mais de 1, 5 metros quadrados no meu basement. E vocês não sabem se terão este espaço para guardar suas malas quando chegar aqui.


Quer um conselho de amiga?


Compre mala com estrutura apenas para trazer as coisas que quebram ou estragam. Para roupas comprem aquelas sacolas grandes do tipo que as sacoleiras usam. Eu tenho uma que comprei em Fortaleza que é bem interessante: ela tem uma base plástica bem resistente tipo uma bandeja de uns 10 com de altura e com rodinhas. Dai sai a lona e tem um zíper em torno do meio para expansão. Quando vazia ela cabe dentro de quaquer mala e deve pesar no máximo 1 kg.


Da última vez que vim do Brasil decidi trazer as minhas redes. Comprei então uma desta sacolas de lona tipo as que as sacoleiras usam. Ela me custou 40 reais. Não pesa nada e você usa os seus quase 32 kg de bagagem que tem direito. Eu retirei as espumas das cadeiras redes e trouxe 4 redes normais e 3 cadeira rede e suas respectivas molas dentro desta sacola.


Se tiver que comprar mala, fuja do preto, azul e cinza. São mais bonitas e neutras, mas já cansei de tirar mala da esteira e voltei de novo, porque não era a minha. E não foi só eu. Também não use a combinação de fitas verde e amarela para marcar as suas malas. Quase todo brasileiro indo para o exterior pensa parecido, mas pense, o avião todo é de brasileiros. Se um terço do avião usar verde e amarelo, você vai perder mais tempo para achar sua mala. Use padrão diferente: bolinha, florzinha, xadrez, estampa infantil, cores extravagantes mas nada usual. A minha é xadrezada vermelha com verde e dourado. Isto mesmo, padrão de natal. Nunca mais tive problema para localizar minhas malas depois destas fitas nada típico principalmente viajando no meio do ano. Eu coloco até nas bagagem de mão.


Recentemente minha mãe voltou ao Brasil. Comprei para as malas dela colares havaianos.


Bom vamos as dicas de arrumação.


• Escolha as coisas que querer trazer já e aquelas que podem vir com parentes, amigos e com você no futuro.


• Separe os objetos que quebram e para eles compre uma mala armada com estrutura. Para roupas e calçados em geral use as malas flexíveis. Aproveite cada espaço morto: dentro de sapatos, dentro de objetos. Ajuda a proteger objetos ocos e aproveita o espaço.


• Numere as malas e faça uma relação de alguns objetos de valor em cada uma delas e estime mais ou menos o valor de roupas. Em caso de extravio, ou perda de número de bagagem você pode dizer o que tem dentro. Eu pessoalmente nunca tive este problema, mas conheci gente que teve. Coloque uma etiqueta de identificação extra dentro da mala, caso a de fora seja arrancada. As etiquetas colocadas hoje são bem mais resistentes, mas nunca se sabe.


• Ponha número nos cadeados e nas chaves, para facilitar você abrir em caso de remanejamento de bagagem ou abrir na vistoria. Teste todas as chaves antes de fechar os cadeados. Já comprei cadeado com chave errada. Se comprar cadeado com segredo, faça o mesmo. Use o mesmo segredo para todas os cadeados e teste antes de colocar na mala.


• Separe as cópias das chaves e faça dois molhos e coloque-as em duas bolsas de mão diferentes. Eu sempre ponho as minhas presas num cordão destes longos que podem vir no pescoço.


• Todos os tipos de objetos cortante e pontiagudos devem ir na bagagem despachada.


• Eu prefiro ter eletrônicos e jóias comigo na bagagem de mão.


• Evite ter coisas de vidro na bagagem de mão, pois eles que podem se  quebrar e ser cosiderados como arma. Ao passar pela polícia federal eles podem pedir para retirar e como sua bagagem já foi despachada, terá de descartar.


• Vá enchendo a sua mala e pesando. Quando estiver quase completando, vá pesando somente o que vai entrar. Isto evita você ficar pegando mala cheia toda hora para conferir. Normalmente eu vou colocando até 25 kg mais ou menos. O restante eu vou pesando diretamente na balança e depois só coloco na mala. Procure colocar os objetos bem apertadinho. So use a expansão se for extremamente necessário. Mas também não feche a mala forçando, porque no joga joga das malas, o zíper pode estourar.


• Deixe sempre as mala com 300 a 500 g menos como margem de segurança, principalmente se você não estiver usando uma balança confiável.


• Não traga armas, comidas do tipo queijo, carne, frutas e verduras frescas, mudas e sementes na mala. Elas são proibidas e na entrada do país e a polícia federal daqui pode lhe multar por isto. Veja em outro post sobre o que é proibido no Canadá.  Caso queria trazer alguma coisa industrializada, tome o cuidado para que a embalagem seja original e esteja fechada, numa quantidade justificável. E que também não exploda com a pressão do avião.


• Bebida alcoólica tem limite na hora da entrada. Procure saber antes de comprar. Tenha sempre a nota de compra, responda ao policial sobre o numero correto e nunca coloque a bebida na mala que um menor esteja carregando, mesmo que ela esteja em nome de um adulto.


• Conte quantos volumes você tem antes de sair de casa. Já aconteceu comigo. Sempre tem gente para despedir de você na hora da partida e todo mundo quer ajudar. Na hora de colocar as coisas no carro uma bolsa de mão ficou para trás e foi exatamente a que continha os documentos de imigração. Dei falta da bolsa uns 20 minutos depois, já a caminho do aeroporto. Parei e todos os carros que iam fazer o meu bota fora pararam também. Aí ligamos para casa e lá estava a minha mala parada no meio da copa. Meu tio voltou para pegar enquanto nós seguíamos para pegar a fila no aeroporto. Depois deste vacilo, antes de fechar o porta mala eu conto quantas bagagens foram embarcadas.
•  Faça as malas uns três dias a uma semana antes. Se você ainda tem kilos disponíveis, tem chance de trazer outras coisas.

2 comments:

Lupatinadora on 26 de junho de 2010 13:36 disse...

Nós compramos caixas de papelão dessas reforçadas de mudança. Não pesam nem 1Kg e custaram baratinho (R$5,00). A dica pra quem for fazer escala nos States é não colocar nada "suspeito" nas caixas, pois se eles abrirem já era. Colocaremos apenas roupas, livros etc e embalaremos no aeroporto com aqueles plásticos, nada de objetos pontiagudos, coisas que possam remotamente parecer uma bomba etc etc.

Acho que vou até colocar uma silver tape dentro e um aviso "Dear TSA officer, if you open this box please re-seal it using this tape". No mínimo o cara vai dar um sorriso!

MARDEN BASTOS (Real Estate Sales Representative) on 26 de junho de 2010 22:06 disse...

Lupatinadora, você é das minhas! Eu gosto de soluções práticas. Eu pensei em fazer algo parecido, mas não tive apoio da família. Mas hoje quando vejo 7 malas ocupando espaço no meu basement, eu vejo que deveria ter insistido. Isto mesmo, gaste dinheiro com coisa mais útil.

Postar um comentário

Obrigado pela visita e por deixar comentários!
A sua participação é uma complementação ao meu trabalho e é sempre bem vinda!

 

Conversa Entre Penelopes Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare

BlogBlogs.Com.Br