quarta-feira, 23 de junho de 2010

Faça sua lista

Posted by MARDEN BASTOS -Real Estate Sales Representative at EXIT Realty Lake Superior at 20:16
Reactions: 
Antes de mais nada , escreva tudo o que você precisa fazer. Vá riscando à medida que for concluindo. Faça uma lista para toda a família pois aí terão mais pessoas para garantir que tudo será feito.

Vai aqui algumas dicas:

• Trazer uma pasta com documentos brasileiros: Certidão de nascimento, casamento, batismo das crianças, cartão de vacina, título de eleitor, Carteira de Identidade e CPF, título de reservista , diploma universitário,
histórico escolar e um resumo descritivo das matérias cursadas, certificados de cursos e seminários.Carteira de motorista válida. Ter também a tradução dos documentos principais que precisará aqui no Canadá e uma cópia dos passaportes. Você precisará de alguns destes documentos no futuro para processo de cidadania, tirar passaporte.

• Ter um contato de um advogado amigo ou familiar caso você precise de documentso oficiais no futuro no Brasil.
• Fechar contas bancárias e pagar contas de seu nome.
• Pedir cancelamento de cartões de crédito de banco. Se você tem um cartão de crédito American Express sem bandeira de banco, veja a possibilidade de transferir seu histórico para o Canadá. Isto lhe será muito útil no começo aqui pois você não tem nenhuma história de crédito aqui.
• Verifique a possibilidade de abrir uma conta bancária canadense ainda estando no Brasil.
• Contratar o serviço de locação de seu imóvel caso você vá deixá-lo alugado.
• Fazer uma procuração  em cartório para deixar com alguém de sua confiança para resolver algum problema que possa acontecer.
• Verificar na receita federal ou com seu contador como fica a sua situação de imposto de renda enquanto você estiver fora.
• Verificar com entidades de classe como ficará sua associação: ex: CREA, conselho regional de medicina, odontologia, etc,
• Solicitar ao contador o acerto de conta de algum funcionário e empregada doméstica e organizar recibos e todos os documentos que vão ficar e deixá-los em lugar seguro.
• Separar tudo o que vai trazer e verificar peso para ver quantas malas precisam ser compradas.
• Empacotar objetos sensíveis que precisam ser estocados com cuidado e ficarão para uma próxima viagem.
• Doar e vender o que não será trazido. Ao vender o carro colocar data no recibo de venda do carro e comunicar ao Detran a venda do mesmo. Você não quer que algo aconteça com alguém dirigindo em seu nome e que lhe impeça de sair do país.
• Fazer uma consulta ao dentista e ao oculista e fazer o que tiver que ser feito aí.
• Comprar dólares. Cuidado com o montante e se você pode provar a origem do dinheiro.
• Verificar se você precisa tomar vacina de febre amarela e a validade de sua antitetânica.
• Comprar medicamentos de uso contínuo por um período de pelo menos três mêses e ter as receitas destes medicamentos, preferencialmente em inglês ou francês. Ter o cuidado de não ter excesso de medicamentos para não caracterizar contrabando.
• Contratar um seguro de saúde que o cubra por um período mínimo de três a quatro mêses, porque você só terá cobertura de saúde aqui após o terceiro mês após empregado, pelo menos em Ontário.
• Comprar um bom dicionário de português-inglês e inglês português para trazer. Separe também seus livros de cabeceira.
• Para mulheres  com corpo do tipo cintura bem fina, quadril largo e coxa grossa, traga calça jeans até sua próxima volta ao Brasil ou até descobrir uma marca que lhe veste  bem, aqui. Traga também seu caderno de receitas.
• Agenda ou versão eletrônica, com endereços e contato completo de amigos e parentes.
• Faça um back up do seu computador e uma cópia extra de seus arquivos que queira trazer.
• Fotos e álbum de família ou pelo menos algumas.
• Separar alguns objetos pessoais e de decoração para conectar seus dois estágios de vida.
• Se for trazer algum instrumento musical, compre um estojo apropriado para viagem.
• Compre um calçado comfortável especialmente se o seu voo for longo. Compre-os no final do dia, quando o seu pé já está dilatado e sensível, especialmente no verão.
• Se você vier com muitas malas, numere-as e tenha uma lista de alguns produtos mais valiosos em cada mala. Em caso de extravio você terá mais condições de fazer suas reclamações e requerer indenização.
• Compre cadeados e teste-os antes de usá-los. Numere os cadeados e suas chaves para facilitar abrir as malas. Faça o mesmo como os cadeados de segredo.

• Se você for embarcar com alguma criança menor ou se for deixar uma criança para trás para embarcar depois, não se esqueça de preparar a autorização de viagem. Sem ela, nem a mãe ou o pai separadamente sai com a criança do país. Verifique na Polícia Federal quais são as exigências atuais.
• Se for trazer algum aparelho de telefone celular, aqui só funcionam o Triband ou superior, mas traga-o desbloqueado. 
Na véspera da viagem verificar se você pode fazer o check in on line e pedir algum cardápio especial se for necessário.

Se eu lembrar de mais alguma coisa eu completo a lista depois!

2 comments:

Lupatinadora on 26 de junho de 2010 13:21 disse...

Oi Mauren,

Não entendi a dica da calça jeans! Pra que uma pessoa vai comprar calça jeans por R$150 ou R$200 no Brasil se pode comprar uma na GAP por 25 dólares??? Eu só compro calça jeans (e outras calças) quando viajo, há anos não compro no Brasil!

MARDEN BASTOS (Real Estate Sales Representative) on 26 de junho de 2010 23:13 disse...

Oi Lupatinadora. Obrigado por questionar. Para começar eu não sabia que calça jeans no Brasil está tão cara assim. Voc6e tem razão em termos de preço. Calça Jeans aqui custa barato, mas a questão é o corte.
Para mulheres que tem o corpo bem brasileiro - cintura fina, quadril largo e coxa grossa- estas vão gastar mais sola de sapato para achar uma calça jeans que veste legal, sem ajustes. Este é o meu caso. Gosto do modelo tradicional, cor uniforme e bolso pequeno atrás, e não pode ser tão baixa. O corte da calça aqui foi feita para vestir a mulher norte americana que tem cintura mais grossa que nós. Quando a calça veste bem no quadril e coxa, sobra na cintura. Eu detesto ter de usar cinto para ajustar a calça e ficar com aquela coisa franzida na cintura. Também detesto fazer pences, além do que qualquer ajuste aqui custa um absurdo. Atualmente eu venho usando a Lewis, que usei antes no Brasil e me vestia bem. A Lewis daqui me veste mais ou menos; não se o corte é diferente ou se meu corpo mudou.

Tudo depende do tipo de corpo. Minha filha acha calça sem muito problema aqui, mas ela veste 36 a 38 e calça baixa. Mas no meu caso que uso 42 ou 44 a coisa já começa complicar.

Acho que a GAP aqui no Canadá não custa tão barato assim. Nos EUA pode ser. A última vez que comprei uma GAP pro meu filho há seis meses atrás foi 70$. Se você pagou 25$ aqui no Canadá, foi de uma sorte incrível.

A idéia era falar sobre o corte das calças daqui num próximo post.

Postar um comentário

Obrigado pela visita e por deixar comentários!
A sua participação é uma complementação ao meu trabalho e é sempre bem vinda!

 

Conversa Entre Penelopes Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare

BlogBlogs.Com.Br